Instituição

  • História
  • Missão e Visão
  • Organograma
  • Orgãos Sociais
  • Documentos Institucionais

O LAR DE TRAVANCAS – SUA HISTÓRIA

 

A princípio, pensou-se num salão paroquial construído numa velha residência paroquial com autorização do Sr. Bispo de Vila Real.

O Eng.º Armindo Batista ganhou-nos uma candidatura a uma TNS (trabalho de natureza simples) para a Comissão Fabriqueira da Igreja que nos rendeu à volta de 6 mil contos.

Reconhecendo que havia muito poucas crianças e jovens na freguesia, passamos esta ideia para a construção de um Lar.

Criou-se uma associação constituída por ( ver Corpos Gerentes) e demos início aos trabalhos. Toda a gente trabalhou com tratores e mão de obra. Como o espaço era pequeno, juntámos-lhe mais 7 casas, umas dadas, outras compradas. O dinheiro foi aparecendo através das pessoas das 3 aldeias: Travancas, Argemil e S. Cornélio. Os trabalhos iam sendo feitos por administração direta com alguns artistas e a ajuda do povo.

Quando entendemos que tínhamos condições para receber pessoas, e porque havia idosos na nossa freguesia em extrema necessidade, começámos a admiti-los uma vez que a comida vinha do Centro Paroquial de Mairos, já a funcionar. Logo se ofereceram senhoras voluntárias que, gratuitamente, deram a sua colaboração durante algum tempo.

Pois foi aqui que nasceram as maiores dificuldades. Em Vila Real, à frente da Segurança Social estava um Senhor que era engenheiro florestal e não compreendeu a nossa atitude. Em vez de nos ajudar, respondendo aos nossos pedidos, massacrou-nos com inspecções, multas e até o Tribunal de Chaves chegou a proferir uma “douta” sentença pronunciando-se pelo encerramento imediato. Claro que tal sentença nunca foi executada e nós fomos seguindo em frente.

Durante 10 anos nunca recebemos um cêntimo da Segurança Social nem para a construção da obra nem para a manutenção, apesar de termos 10 funcionárias com o seu vencimento em dia.

Depois de obtermos a vistoria, o Sr. Diretor concedeu-nos a licença de funcionamento sem nos dar o acordo – isto em 2007; até que, finalmente, passados alguns anos o Sr. Diretor do IS resolveu sair e não deixou saudades; foi colocada como Diretora adjunta a Dr.ª Gisela que, no mês de Maio de 2011 resolveu conceder-nos o acordo possível, ou seja, dando-nos 3 mil euros mensais para 2 utentes do Lar e 10 em Apoio domiciliário; isto representa apenas menos de metade daquilo a que tínhamos direito mas, como ela nos disse, não havia dinheiro para mais. Ficámos-lhe muito gratos por essa atenção que a Dr.ª Gisela teve para com o nosso Lar.

Entretanto, já fizemos obras, aumentando muito a sala de estar dos nossos Idosos e procuramos tratá-los sempre com muito amor e carinho como eles merecem.

23/05/2013

O Centro Social e Paroquial do Sr. Dos Aflitos da Freguesia de Travancas, tem como grande MISSÃO, promover a prestação de serviços pautados pela inovação, personalização e qualidade, com o objectivo de obter a satisfação dos nossos utentes e demais envolvidos.

Além da Missão, o Centro Social tem como VISÃO, ser uma Instituição reconhecida como uma estrutura de referência nos cuidados a proporcionar à população sénior. Providenciando aos nossos utentes, o melhor nível de qualidade de vida possível. Cuidaremos de cada um com o respeito e dignidade que merecem, de forma individualizada.

 

OUTROS SERVIÇOS

Contrato de Prestação de Serviços de Contabilidade: Sabina Rodrigues

Contrato de Prestação de Serviços de Nutrição: Letícia Roriz

DIRECÇÃO

Presidente: Delmino Rodrigues Fontoura

Vice – Presidente: Jorge Cruz

1º Secretário: Mª Fátima Reis

2º Secretário: Mª Lurdes Pinto

Tesoureiro: David Araújo

 

CONSELHO FISCAL

Presidente: Albano Nascimento

1ª Vogal: Natércia Santos

 

ASSEMBLEIA

Presidente: Gustavo Aires

1ª Vogal: Armindo Santos

2ª Vogal: Francina Ribeiro

 

QUADRO TÉCNICO

Directora técnica: Margarida Rodrigues

Animadora Sociocultural: Cristiana Fernandes

Enfermeira: Cátia Rodrigues

Assistente Social: Estela Rodrigues

 

QUADRO DE PESSOAL

Cozinheiras:

- Ofélia Teixeira

- Lúzia Andreia Matos

Ajudantes Familiares:

- Margarida Alves

- Libânia Gonçalves

- Beatriz Pires

- Mª Judite Batista

- Bárbara Anjos

- Carla Santos

- Mª Conceição Valente

- Sandra Pires

- Irene Araújo

- Mª Paula Carvalhal

- Celina Cruz

- Ana Borges

- Elisabeta Alves

- Mª Conceição Santos

- Vera Paula

- Mª Elisa Machado

# Ficheiro Data de Upload
1 Plano Anual De Atividades Socioculturais 2017-03-24
3 Estatutos 2017-06-19
4 Plano Terapêutico 2017-07-18
5 Prestação da Contas 2017 2018-07-30